Sertanília - "Todo amor desse mundo pulsando no mesmo segundo pra fazer chover..." - (Bahia)

"Sertanília é um grupo musical que busca uma sonoridade nova e o desafio de realizar a união do erudito à música popular do sertão. Composto por Aiace Felix (vocalista), Leilane dos Santos (violoncelo), Anderson Cunha (viola, violões e bandolim), Gugu Pinto (percussão), Diogo Flórez (percussão) e Tainnã Chagas (percussão) foi formado em 2010 com a proposta de fazer uma música essencialmente brasileira, tendo o Sertão como tema; para tanto, recupera canções, poesias sobre o sertão, além de construir um trabalho autoral que faz referência direta a esse lugar e à sua gente.

O grupo realizou uma participação no longa-metragem "Tudo tem um tempo", sobre a tradição dos ternos de reis da cidade de Caetité, no sertão baiano, executando o tema "Minha sabiá, minha zabelê" e apresentaram o espetáculo "Tempo de Sereno" em Portugal, na Fnac - Coimbra e Fnac - Chiado (Lisboa), com apoio cultural da Universidade de Coimbra, da Universidade de Lisboa e apoio financeiro do Ministério da Cultura do Brasil. Recentemente se apresentou no Festival Baianada, ao lado de artistas como Ronei Jorge e Lucas Santtana, com grande receptividade da mídia e do público presente. A banda se prepara para entrar em estúdio no primeiro semestre de 2011 para gravar o CD com o apoio do Conexão Vivo, que acaba divulgar o resultado da sua seleção de projetos no qual foram contemplados.


O Sertanília dialoga, musicalmente, com as heranças musicais e literárias do sertão brasileiro, vasta região que compreende o Nordeste do Brasil, o Noroeste de Minas Gerais, o Sudoeste da Bahia e o Sul de Goiás, e compõe uma música inspirada em temas e motivos próprios do universo “sertanês”, buscando referências na música tradicional do sertão brasileiro, com privilégio para o uso de instrumentos de corda e percussão."

Para baixar o CD Promocional da banda acesse: sertanilia.com.br/cdpromocional

Links Sertanília:
Compartilhe no Google+
    Comentários

0 comentários:

Postar um comentário