PROGRAMAÇÃO CONEXÃO VIVO BELÉM 27 a 30 de Outubro (PA)

Depois da incursão do Conexão Vivo pelo interior do Pará, passando pelas cidades de Marabá e Castanhal, Belém vai receber mais de 40 atrações do programa vindas de vários cantos do país. Serão dois palcos e quatro dias de música brasileira, de 27 a 30 de outubro, na Praça Dom Pedro II, em frente à Prefeitura. Os shows terão início às 19 horas, e a entrada é gratuita. O programa Conexão Vivo é uma iniciativa da Vivo e conta com o patrocínio da Lei Semear e Governo do Estado do Pará e com a parceria Prefeitura Municipal de Belém.

 
Este é o segundo ano do Conexão Vivo na capital paraense. Toda a programação será aberta ao público e contará ainda com a realização de oficinas e workshops ministrados por artistas patrocinados pelo programa.

Nomes de artistas de nove estados e uma atração da argentina representam a diversidade de ritmos que está por vir nas apresentações do Conexão Vivo em Belém, destacando a descentralização dos artistas de diversos estados do país.
 
A grade de shows conta com artistas da rede do programa (selecionados por edital nacional), convidados e shows exclusivos, como as dobradinhas bem sucedidas que volta a acontecer como a de Marco André com Pepeu Gomes, que tocaram juntos em Castanhal em setembro, e o reggae do mineiro Celso Moretti com o baiano Edson Gomes, que se encontraram em Salvador em agosto.

Outros encontros vão reunir artistas como Sebastião Tapajós com o convidado argentino Sérgio Ábalos e Gaby Amarantos que se apresenta ao lado dos convidados Marcelo Mira (RJ) e a Gang do Eletro, conterrâneos da cantora.

Mostrando a riqueza da produção musical do estado, os paraenses farão um verdadeiro encontro de conterrâneos. Marco André volta ao palco do Conexão Vivo para uma participação especial no show de Dona Onete. Juliana Sinimbú se apresenta com o convidado Pinduca, Iva Rothe com Manoel Cordeiro e Felipe Cordeiro faz seu show ao lado de Felix Robatto e Pio Lobato.

Outros representantes da música paraense também estarão presentes como Ivan Cardoso, Trio Manari, Ultraleve e o Clássico Popular, Aíla, Orquestra de Violoncelistas da Amazônia, Lia Sophia e Metaleiras da Amazônia.

Conexão Vivo levará ao palco da Praça Dom Pedro II alguns artistas que se apresentarão pela primeira vez em Belém, como os baianos Lucas Santanna e o grupo Vendo 147, o grupo potiguar Camarones Orquestra Guitarrística, os goianos do Gloom e o show de Fernanda Takai (Pato Fú).

No ano passado, o Conexão Vivo realizou sua primeira edição de shows em junho, no Pier das Onze Janelas e reuniu mais de 10 mil pessoas em suas três noites de apresentações, que trouxeram artistas como Nina Becker, Romulo Fróes, Eddie, Caldo de Piaba, Pio Lobato, Gaby Amarantos, Kid Vinil, Minibox Lunar, Casarão Floresta Sonora etc.

O Conexão Vivo é uma oportunidade valiosa de artistas e produtores promoverem e difundirem seus trabalhos em toda rede de parceiros pelo Brasil. Este circuito, que alcança novamente o Pará, proporciona um intenso e produtivo intercâmbio musical e dá, ao público, uma rara chance de apreciar o trabalho de artistas renomados e do que há de mais consistente entre os destaques da nova cena.

 ...
Compartilhe no Google+
    Comentários

0 comentários:

Postar um comentário